Sobre o Autor



Na literatura da atualidade, com Nirvana – Viagem ao centro da alma, J. C. Zeferino se firma como escritor de peculiar talento. Os prêmios que a ele têm sido meritoriamente conferidos (em mais de um concurso literário, tanto de sua cidade como em nível nacional, cabendo registrar mesmo um concurso promovido por importante rede de rádio sediada em São Paulo, em que sua colocação como vencedor foi anunciada no ar, em 2001 para mais de um milhão de ouvintes) falam por si.
Dono de estilo próprio, em Nirvana o autor prima pela escolha de uma leve e adequada sintaxe, nos brindando com um texto dinâmico e agradável, próprio dos novos tempos. Criterioso, utiliza na medida certa, recursos de variada natureza literária, o que resulta num romance naturalmente belo, atributo que igualmente aplica na tessitura dos personagens, onde até os nomes (na sua maioria) não se atribuem por acaso, dotados que são de certo charme, alguns intrigantes (surpreendendo se lidos de trás para a frente) e com notável eufonia (ótimos para quem o ouvir em audiolivro).
Com a leveza de pés de anjos (tocando sem ferir) Zeferino, em Nirvana – viagem ao centro da alma, despe admiravelmente seus protagonistas dos egos exacerbados que tenham, sabendo, nisso, onde e quando ser rígido ou brando. E é nesse processo – conotação maior da palavra nirvana em Zeferino – que o autor, através de situações que se escalonam entre simples e deveras complexas, os expõe às várias das interfaces da alma e da personalidade humana, o que em cadeia e em certo grau acaba envolvendo os demais personagens que compõem a trama. Em que pese seu título, Nirvana – viagem ao centro da alma não se enquadra no que se convencionou chamar de “romances nova era” ou “new age”. É, sim, uma ficção de literatura fantástica, mas não mais uma, sem dúvida é uma das melhores do gênero escritas até hoje! Vai além, pelo trato inteligente ao administrar conceitos e sentimentos.
Afora isso, o texto de Zeferino ressalta pelo uso de bons vocábulos, boas metáforas e em não furtar seus personagens a nada que não seja para torná-los reais e convincentes, que é onde o autor provavelmente mais brilhe. Por último, mas não conclusivo, há que se falar dos componentes do pano-de-fundo deste livro: passagens e cenários quase que em rodopio tantálico a registrar o desenvolver de uma história onde respiram, em conjunto, aventura, romance, lirismo e mesmo humor, o que reforça o potencial criativo e imagético de quem, se em algum momento pensou em camuflar tal tesouro, felizmente não o conseguiu!

Alguns prêmios do autor:

Revista Planeta ano 1998 - Concurso Nacional Planeta Machu Picchu. entre as 50 melhores frases do Brasil.
_ACLE ano 2000 (Academia Criciumense de Letras) medalha de ouro José Pimentel Concurso de contos e poesias. 1º lugar com o conto: bailarina.
_Concurso nacional rede transamérica ano 2001- promoção diretor por um dia  do programa Teen Teen por Teen Teen - com  roteiro adaptado para o rádio, baseado no filme “o náufrago” – 1º lugar nacional ganhou viagem para Londres.
_concurso nacional de contos ano 2002- CPTM, companhia paulista de transportes metroviários e UBE união brasileira de escritores  e metrô de SP. livro coletâneas ed. IBRASA. Conto vencedor: lagarto de metal. Concorreu com seu romance Nirvana Viagem ao Centro da Alma, ao prêmio jabuti. Concurso do site RedeTelecine. Março 2004.
Vencedor da promoção de melhor frase do filme da Columbia Pictures, do diretor Tim Burton: (Big Fish) peixe grande e suas histórias maravilhosas.
Concurso Palco Habitasul e Jurêre internacional, contos e crônica cidade Florianópolis, foi revelação literária na feira 2004. FAM, fórum áudio visual do Mercosul revelação com o conto baseado para roteiro de curta metragem, trabalho do autor é reconhecido e elogiado pelo diretor Fernando Solanas ganhador de vários prêmios internacionais de cinema. Concurso histórias mais criativas promovido pela rede Arco-Ìriscinemas.

Membro da academia de Filosofia de Criciúma desde antes de sua fundação.

Concorreu a vaga deixada por Zélia Gatai na Academia Brasileira de letras (ABL) em 2008, junto a Ziraldo e colegas.

Concorreu junto a escritores de 136 países com sua obra Nirvana Viagem ao Centro da Alma.
Atualmente sua obra Nirvana viagem ao Centro da Alma está sendo vendida em todo Brasil em forma To audiobook, através da Editora Audiolivro.


Comentários

Postar um comentário

Comente, escreva, fale, queremos sua opinião e participação, isso que nos movimenta. Abraços,

Postagens mais visitadas